#INTERNACIONAL

Taylor Swift toma rara decisão de adiar show da Eras Tour devido ao clima ‘inseguro’

Compartilhe nas suas redes sociais


Taylor Swift cancelou o show da Eras Tour na sexta-feira, 10 de novembro, em Buenos Aires, Argentina, devido às condições climáticas perigosas. A cantora recorreu às redes sociais para partilhar a notícia com os fãs, revelando que seria remarcado para domingo, 12 de novembro.

“Eu adoro um show de chuva, mas nunca vou colocar meus fãs ou meus colegas artistas e equipe em perigo. Remarcamos o show desta noite em Buenos Aires para domingo devido ao tempo estar tão caótico que seria inseguro tentar vestir esse show”, ela compartilhou no Twitter e no Instagram.

“A boa notícia é que vou ficar mais tempo na Argentina!”

Durante a parte norte-americana da turnê, várias tempestades de chuva atingiram o show, e ela adiou o horário de início da última noite dos shows em Nashville em três horas devido ao clima.

Quando ela subiu ao palco, a chuva havia diminuído, mas um aguaceiro constante caiu no segundo tempo, transformando a noite no Nissan Stadium ao ar livre em uma experiência inesquecível para os fãs e Taylor.


Taylor Swift and her dancers perform in the rain © John Shearer/TAS23

Taylor Swift e seus dançarinos se apresentam na chuva

“Isso é algo que estamos todos fazendo juntos. É como uma experiência de união. Todos nós vamos sair daqui esta noite parecendo que acabamos de passar por cinco lavagens de carro… As pessoas vão ficar tipo, ‘Onde você estava? Várias guerras?’ E você fica tipo, ‘Não, acabei de ir ao Eras Tour. Está tudo bem'”, ela brincou com os fãs no meio do set de três horas.

A decisão ocorre no mesmo dia em que a cantora foi indicada a seis Grammys, incluindo Álbum do Ano por seu álbum Midnights de 2022, o que significa que a cantora de 33 anos agora p

Taylor Swift performs onstage for night three in Nashville in the rain
© John Shearer/TAS23
Taylor received six nominations for Midnights

A cantora já ganhou três prêmios importantes anteriormente; para Destemido (2009), 1989 (2015) e Folclore (2021). Ela é a única artista feminina solo a ter vencido três vezes, com os outros vencedores Frank Sinatra, Paul Simon e Stevie Wonder.

Sua indicação na categoria a coloca empatada com Barbara Streisand no maior número de indicações de uma mulher na história do Grammy.

Taylor também fez história ao se tornar a primeira pessoa com sete indicações na prestigiada categoria Canção do Ano com seu hit ‘Anti-Hero’.

Ela também foi indicada para Gravação do Ano, Melhor Performance Pop Solo, Melhor Performance Pop Duo/Grupo pelo remix de ‘Karma’ com Ice Spice e Melhor Álbum Pop Vocal por Midnights.

Fonte: hellomagazine


Compartilhe nas suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *