#MUNDO PET

Gatos usam quase 300 “caretas” para se comunicar

Compartilhe nas suas redes sociais

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Los Angeles (EUA), analisaram os diferentes tipos de expressões faciais dos gatos para se comunicarem entre si. Ao todo, a equipe responsável pelo estudo registrou 276 expressões diferentes — os chimpanzés, em comparação, têm cerca de 357.

Algumas delas são comuns aos humanos, e podem ter sido aprendidas ao longo dos 10 mil anos de convivência conosco. Mas, como eles descobriram isso?

Durante os meses de agosto e junho, a cientista Lauren Scott visitou um café beneficente para gatos na Califórnia e filmou cerca de 194 minutos de expressões faciais dos felinos — especialmente as que eram dirigidas a outros animais da mesma espécie.

Lauren, então, analisou as imagens com a ajuda de Brittany Florkiewicz, uma psicóloga evolucionista que estuda emoções e comportamentos de certas espécies animais.

The cat is isolated on a white background. Portrait of an animal. Curious young tabby young cat sits
Gatos têm algumas expressões comuns aos humanos (Foto: reprodução)

As descobertas foram surpreendentes. Foram registradas 276 expressões faciais diferentes nos gatos filmados – cada uma era composta pela mistura de quatro a 26 movimentos faciais únicos (boca aberta, pupilas abertas ou fechadas, piscadas, lambidas no nariz, movimentos dos bigodes e posições das orelhas).

Em comparação, os humanos têm cerca de 44 movimentos faciais únicos e os cães, 27. O total de expressões de ambos, porém, não é conhecido.

Das expressões faciais gravadas, cerca de 45% foram consideradas amigáveis e 37% eram mais agressivas ou raivosas, sendo os 18% restantes uma mistura não muito clara das duas.

Algumas das expressões faciais amigáveis dos gatos — em que a boca era puxada para trás e a mandíbula aberta para formar um sorriso ou gargalhada — eram semelhantes à “cara de brincadeira” feita por pessoas, cães, macacos e outros animais.

Os pesquisadores ainda não sabem exatamente o que os gatos tentavam dizer uns aos outros ao utilizarem as diferentes expressões faciais registradas, mas esperam que o estudo possa ajudar donos de animais de estimação e os abrigos a cuidar e entender melhor especialmente as relações com outros gatos.

Fonte: Cães & Gatos


Compartilhe nas suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *